Já estava com saudade

Maldita paixão, esta que nutro. Mesmo sabendo que é tão cíclica, pois ao fim de dezembro se avizinha um janeiro para renascer. São trinta dias, meu amor, mas o abismo é amplo feito um planeta em sua completa rotunda. A incurável ausência enche de breu minhas noites de quarta, as tardes de domingo e até mesmo os embalos de sábados perdidos. Olho para os lados e nada quero encontrar.

Sabendo da irremediável distância, vasculho os jornais à procura de manchetes suas. Vejo você, tão potente, dispersa em fotos, paisagens, destinos, férias de toda sorte. Seus personagens, suas personas, suas vestes – todas se perderam por um rumo que não posso controlar.

Mal acaba o ano e já renovo todas as esperanças em e com você, meu amor. Anoto coisas imaginárias, planejo visitas a todos os seus eventos – mesmo que eu cumpra menos da metade da promessa – e transporto os pensamentos para finais felizes, repletos de sorrisos. Mesmo sabendo que, no fundo, sua essência muda pouco – sinto-me inflado pela mais ínfima novidade. E tudo recomeça.

Mesmo fulo da vida durante boa parte do ano, ferido e machucado pelas decepções que me causou, novamente hei de defender você por todos os cantos e torcer incondicionalmente para que renasça com muito mais vida que nos doze meses anteriores.

Ah, quantos choros, brados, bandeiras brancas, monólogos, cantos, xingamentos, escárnios e loucuras estão por vir! Sempre como se fosse pela primeira vez. Ao penhasco, atiro-me sem pensar. E assim será continuamente, de cabeça, até o fim.

Porque você sempre volta. Morto, rasgado, surrado, aviltado, sujo de lama, mas com o sorriso mais redondo no rosto. E a canalhice típica dos que alegram.

E todos nós abrimos a porta.

Por Rodolfo Araújo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s