Do céu ao inferno em um ano

Responda rápido: seleções da América do Sul, quais as que vêm a cabeça? Óbvio, Brasil, Argentina e Uruguai.

No início dos anos 90,a coisa mudou um pouco de figura, e a Colômbia passou a aparecer como adversário para o trio. Até então, a Colômbia tinha apenas buscado um empate heróico na copa de 1962. Empatou em 4 a 4 uma partida que estava perdendo por 4 a 1 para a União Soviética. E nada mais.

Com uma geração talentosa, composta pelo El Loco René Higuita, Rincón e Valderrama, já na Copa de 1990, a equipe colombiana conseguiu uma classificação histórica, ao empatar com a Alemanha marcando um gol aos 47 minutos do segundo tempo, sendo que havia tomado um gol 4 minutos apenas. Foi eliminada nas oitavas de final graças a uma maluquice de Higuita, que tentou driblar o Deus africano Roger Milla. Resultado: 2 a 1 para a seleção de Camarões na prorrogação, e colombianos de volta pra casa.

1990 World Cup Finals. Second Phase. Naples, Italy. 23rd June, 1990. Cameroon 2 v Colombia 1. Cameroon's Roger Milla tackles eccentric Colombian goalkeeper Rene Higuita in midfield. Milla won the ball and ran it in to an empty net to score the winning goa
O exato momento que Milla fez a casa de Higuita cair.

Para as Eliminatórias da Copa de 94, o time era fortíssimo, com sua base tendo Andrés Escobar, Rincón, Valderrama, Asprilla e Valencia. O sistema de disputa era diferente do atual, e as seleções eram divididas em grupos. A Colômbia ficou no grupo 1, ao lado de Argentina,Paraguai e Peru. Um grupo forte. A Colômbia chegou invicta na última rodada, onde enfrentaria a Argentina de Simeone, Redondo e Batistuta,no Estádio Monumental de Núñez,em Buenos Aires. Um empate bastaria para a Colômbia. E a Colômbia fez questão de aplicar 5 a 0. Foi a primeira e única vez que uma Seleção conseguiu marcar cinco gols na Seleção Argentina em seu território. Um jogo histórico, que contou com atuação de gala de Rincón e Asprilla. Quanto a Argentina, depois da bordoada monumental coube a repescagem contra a Austrália.

milla

O povo colombiano estava eufórico. O mundo estava de queixo caído coma capacidade do time em manter um padrão de jogo ofensivo, envolvente, além de uma defesa segura.Para ajudar, o sorteio foi relativamente generoso , e colocou o time no Grupo A, ao lado dos Estados Unidos, da Romênia e da Suíça, seleções sem muita tradição em Copas do Mundo. Tudo isso fez com que alguns mais entusiasmados apontassem a Colômbia como candidata ao título, entre eles um senhor chamado Edson Arantes do Nascimento.

Dia do primeiro jogo,contra a Romênia, o mundo todo diante da televisão para ver aquele que seria o primeiro passo. Nada de Valderrama. Nada de Rincón. Apenas um time nervoso, que não conseguia trocar mais do que dois passes. Quem realmente apareceu foi Hagi, com direito a um gol feito à 30 metros de distância do gol, em um chute da linha lateral. O jogo terminou 3 a 1, mas ainda havia tempo para recuperação,desde que os dois próximos jogos terminassem com vitoria Sul Americana.
milla
Então, vem o jogo contra os Estados Unidos. Estádio cheio, torcida ianque em peso. E é aí que começa a tragédia.
Novamente, um time completamente desorientado, que chegou a perder um gol dentro da pequena área. Quando o jogo ainda estava 0 a 0, Andrés Escobar tentou cortar um cruzamento despretensioso. Marcou contra, no gol contra mais famoso do futebol mundial. O gol mais dolorido. E o mais cruel.

milla

Eliminação. Decepção. E a vitória na última rodada contra a Suíça não serviu para nada.
O time que era credenciado como favorito ao título colecionou duas derrotas e uma vitória. Infelizmente,coisas terríveis aconteceram depois do torneio.

Desde aquela época, muitas cidades da Colômbia eram tomadas pela violência, principalmente Medellín, fato que fez com que alguns jogadores fossem embora da cidade. Os que ficaram, saíam pouco de casa, não davam as caras. Um deles, um dia, resolveu sair. E nunca mais voltou.

Andrés Escobar,  o autor do gol contra, estava prestes a se transferir para o Milan. Seria o primeiro jogador colombiano a defender o tradicional clube italiano.
Não gostava nem um pouco de badalação. Mas no dia 2 de julho resolveu ir a uma discoteca. Ao sair, encontrou-se com um “torcedor” fanático, que depois de uma discussão, assassinou Andrés com doze tiros.

Alguns dizem que o crime foi encomendado por membros do narcotráfico que perderam muito dinheiro em apostas com a eliminação Colombiana. Andrés estava no lugar errado ,na hora errada. Bateu boca com Muñoz Castro, e a cada tiro que este disparava, gritava “GOOOL”, o que reforça a tese de que realmente o assassinato tem total relação com a eliminação.

Muñoz foi condenado a 40 anos de prisão. O atirador cumpriu apenas 11 anos, e hoje encontra-se livre. Mas com toda certeza, mesmo morto, Escobar representa muito mais para o povo Colombiano do que o assassino. Chamado de “cavalheiro do futebol”, em 2002 ganhou um monumento em Medellín, e em 2010, um torcedor fanático tatuou em seu corpo o uniforme que Andrés usava no Atlético de Medellín, clube de coração do falecido zagueiro. Colombian football fan Felipe Alvarez (C

E tudo voltou ao normal. A Seleção Colombiana voltou a ser figurante na Copa de 1998, a última que disputou. Em 2014, fez uma ótima campanha, parando nas quartas de final. Mas nem de longe, a equipe comandada por James Rodriguez chega perto da aura que aquele time de duas décadas atrás. Pode ser até melhor (para alguns). Pode ter ido mais longe. Mas não mexeu com o mundo da mesma maneira que os conterrâneos em 1993 e 1994.

Uma pena que o sofrido povo colombiano não tenha tido a alegria que esperaram ter em 1994. Uma pena que além da alegria daquele time, a tristeza da morte de Andrés também seja parte do legado daquela geração e do momento do país.

Até a próxima!

por Mateus Ribeiro

Anúncios

Um comentário sobre “Do céu ao inferno em um ano

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s