Aula de futebol para catalães

Uma lição para qualquer time do mundo. O Vasco inesquecível de 1957

vasco-1957

“À impiedosa goleada de 7 a 2 sobre um dos clubes mais poderosos do mundo, o Barcelona, em pleno estádio Les Corts, na Catalunha, na Espanha. Na ocasião, Laerte marcou três gols e, Vavá(Veja também: Vavá Peito de Aço Super-Herói) , dois. Válter e Wilson Moreira completaram o marcador. Três meses e um dia depois, em 24 de setembro, o Barça inauguraria seu novo estádio, o Camp Nou.
Essa goleada histórica sobre o Barcelona não pode, no entanto, ser considerada um fato isolado na campanha que o Vasco vinha cumprindo na Europa naquele ano de 1957. Nove dias antes, em 14 de junho, o Gigante da Colina já havia assombrado o mundo ao derrotar o bicampeão europeu Real Madrid por 4 a 3 e ficar com a taça do 1º Torneio de Paris. Dois dias depois, em 16 de junho, batera o Athletic Bilbao por 4 a 2 em La Coruña (Espanha) para se tornar o primeiro clube brasileiro a conquistar o Troféu Teresa Herrera. E tudo isso sem contar com dois titulares da defesa, Paulinho e Bellini, que haviam ficado no Brasil para servir à Seleção Brasileira e, nos dias vagos, integrar o Combinado Vasco-Santos ao lado de um garoto de 16 anos chamado Pelé.
Já a equipe do Barcelona, então campeã da Copa do Rei e futura campeã espanhola (1959) e da Copa da UEFA (1958 e 1960), contava em sua escalação com dois lendários jogadores, bem conhecidos do público brasileiro. No gol estava Antoni Ramallets, goleiro do Barça de 1947 a 1961 e titular da seleção espanhola na Copa do Mundo de 1950, realizada no Brasil, competição em que ganhou o apelido de “Gato do Maracanã” devido à sua flexibilidade. E, no ataque, figurava o carioca Evaristo de Macedo, que havia jogado no Madureira, no Flamengo e na Seleção Brasileira e ainda hoje é um dos maiores artilheiros da história do clube catalão.
Dois dias depois da goleada, o Jornal dos Sports estampava uma manchete que resumia o desempenho do Vasco nos gramados europeus: “Como um tufão, o Vasco varre o football mundial”

BARCELONA 2 X 7 VASCO
Data: 23/06/1957
Estádio: Les Corts – Barcelona (ESP)
Árbitro: Gómez Contreras (ESP)
Gols: Laerte 3/1ºT (VAS), Vavá 6/1ºT (VAS), Laerte 11/1ºT (VAS), Vavá 6/2ºT (VAS), Villaverde 10/2ºT (BAR), Laerte 27/2ºT (VAS), Válter 35/2ºT (VAS), Martínez 36/2ºT (BAR) e Wilson Moreira 2ºT (VAS)

BARCELONA-ESP: Ramallets, Olivella, Brugué (Rodri), Segarra, Vergés (Gracia), Flotats, Basora (Tejada), Villaverde, Martínez, Evaristo e Hermes González. Técnico: Doménec Balmanya.

VASCO: Carlos Alberto, Dario, Viana, Laerte, Orlando, Ortunho, Sabará, Livinho, Vavá (Wilson Moreira), Válter e Pinga. Técnico: Martim Francisco.

fonte: netvasco.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s