Jogar pela camisa, por um trocado e viver para sempre

O salário do Beto Cachaça na época da sua primeira convocação pra Seleção Brasileira era de R$ 1.600.

Era isso que ganhava um jogador titular do então campeão Brasileiro (o Botafogo de Donizete Pantera) e convocado para a Seleção recém campeã do mundo.

Hoje em dia, qualquer filho de Bebeto que ainda nem largou o videogame, entra na sala da diretoria com empresário, assessor, parça e o diabo a quatro pedindo R$ 40 mil e a titularidade.

Se o cara é promissor de verdade, consegue mole.

Com 20 e poucos já tá esperando proposta de um Catar qualquer.

Leo Moura sonhando em um dia ser o Leo Moura.
Leo Moura sonhando em um dia ser o Leo Moura.

O jogador tem todo o direito de ganhar bem, de buscar um salário melhor, de fazer a vida. Mas é triste ver que aquele sonho de menino, de triunfar no time do coração… acabou.

Que são todos profissionais esperando a melhor proposta.

Que qualquer trocado a mais leva eles daqui pro outro lado do mundo.

É a mesma lógica daqueles que preferem amarrar o burro na sombra, sentar no banco de um timeco europeu, um Villarreal qualquer, esperando o tempo passar em euros.

Ser banco nesse times é melhor do que jogar o Estadual aqui, correr, bater pênalti, dar carrinho na lama, vibrar. Quem sabe fazer aquele gol eterno na final e dar entrevista pro resto da vida. Ter especial no Globoesporte de 2050.

Quantos euros valeria marcar um gol eterno desse?

Esses gols não são feitos pelo Villarreal…

Eu não sei aonde fecha essa conta.

Mas o futebol continua perdendo.

#RIPfutebol #RIPamoràcamisa

por Henrique “Kike de Quintino” Lederman

Anúncios

3 comentários sobre “Jogar pela camisa, por um trocado e viver para sempre

  1. Pelo menos o Villarreal é da Espanha, pior são os que vão para o mundo árabe, mundo chinês, Ucrânia, entre outros…

    Curtir

  2. Você observa na foto que o menino tá pouco se fodendo se o Zico quer ou não um abraço. Pro moleque, abraçar ao Zico é tudo naquele momento.

    O futebol morre duas vezes quando percebemos que até isso morreu.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s