100 mil nego no Mineirão pra ver Cruzeiro x Lusa

A primeira peleja da semi-final do Brasileirão de 98 entre Candinho x Levir Culpi teve gol de chaleira do Alex Alves e 100 mil pessoas no Mineirão.

100 mil.

Época de um mata-mata anabolizado, com 3 jogos (saudades das regras que mudavam de hora em hora), o primeiro jogo dessa semi-final terminou 3×1 pro Cruzeiro. Na segunda partida, a Lusa venceu por 2×1 no Canindé (foi o jogo do rojão oficial que escapou). E no derradeiro, também no Canindé (hoje campo de futebol americano e quintal de churrascaria), a Raposa venceu com um gol do maestro Djair.

O torcedor da Lusa nem sabe mais o que é isso, mas o time tinha no ataque Evair, o Matador, e Leandro Amaral, o quase-Dener; o Cruzeiro tinha o talismã Alex Alves, o “buffone” Müller, e o Pater Pan Fabio Junior.

Aqui a ficha completa do Brasileirão 98. Abaixo, o jogo decisivo da semi-final (3º maior público da história do Canindé e última partida com mais de 25 mil pessoas neste estádio):

E foda-se o futebol moderno.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s